Efervescer

Eu.

Não lembro como cheguei aqui.

Quem é essa pessoa deitada na cama, olhando…

Pra mim como se esperasse que eu fosse fazer ou dizer algo…

É tão estranho como as coisas vão tomando forma na minha mente; parece que eu não sabia nem falar até momentos atrás e agora…

-Daian…? Eu devo ser disléxico, nunca sei se os nomes das pessoas terminam com A ou com E, se ela perceber que não lembro o nome dela direito talvez fique puta da vida e vá embora… E puta que pariu, não consigo lembrar nem se vou achar isso bom ou ruim.

-O que foi? Ela pronuncia as sílabas bem devagar, com as narinas abertas e o olhar fixo na minha cara, como se tivesse visão de calor e quisesse me derreter lentamente. Ela já está completamente irritada e não faço ideia do motivo. Daiane ou Daiana, mas que merda. Que situação bizarra, o barulho do rádio, o clima desconfortável aumentando e a raiva nos olhos dela também. Essa maldita música pop do séc. XXI tocando, me irrita profundamente, mas não ouso mexer nas coisas dela. Sei disso, mas não lembro meu nome. Nem como cheguei aqui.

Quer dizer, nunca vi alguém com amnésia como aparece nos filmes, sei que eu sei meu nome e tudo mais, minha história de vida inteira, mas sinto que se alguém me pedisse pra contar não ia conseguir, como se tivesse ficado na ponta da língua pra sempre sem que eu possa lembrar de fato.

Vou arriscar ser tão vago quanto possível.

-Isso é uma briga? Tento não parecer nem ofendido nem confuso.

-O quê? Hmnf… Não sei tá? Só queria conversar.

-Sobre o quê, exatamente?

-Não te faz de idiota.

-Eu não quero brigar, só quero entender o quê que tá acontecendo.

Sinto uma culpa incontrolável, uma vontade súbita de rastejar no chão, beijar os pés dela e implorar perdão, mas não consigo lembrar o motivo.

A raiva vai sumindo e dando lugar pra vergonha, eu não aguento e peço perdão pra ela, por tudo que fiz; que não fiz; que faria. Tudo.

Ela não diz nada, mas me beija. A gente transa por horas a fio, aquele sexo confuso com resquícios de mágoa e um pouquinho de raiva. Até eu sentir dor, mas gosto disso.

Abraçados na cama, vendo a fumaça do cigarro emocional dela subir pelas dobras da persiana sinto o ímpeto de contar a verdade, que não lembro de nada além daquele dia, que não faço a menor ideia de quem sou, mas sei tudo sobre ela, cada tique, cada preferência, cada mania.

Peço desculpas de novo, por via das dúvidas, a culpa devia ser minha, eu devo ser possessivo demais, obcecado por ela, não devo dar espaço, ou talvez seja muito submisso. Devo ter feito alguma merda, é a única alternativa.

-Não te preocupa, vai ficar tudo bem. Ela diz.

Sinto um formigamento no braço esquerdo e percebo que ele tá se desfazendo em areia.

Ou farinha, estou virando pó, como um vampiro no sol, que porra que tá acontecendo? Peço ajuda pra ela, mas ela não se move, estoica como uma estátua ela só observa minhas entranhas caírem no chão como potinhos de areia colorida. Não sinto dor mas é uma sensação desagradável, principalmente por eu continuar consciente. Meus olhos caem pelo rosto e começo a perceber o mundo do ponto de vista de um punhado de areia, é indescritível na verdade. A última coisa que sinto é a vassoura dela me levando até a pá de lixo; ela não recicla ou separa o lixo, mas não a julgo por isso, o saco plástico do lixo é translúcido e dá pra ler o envelope escrito:

Namorad@ Solúvel, pacote premium, DR, Briga e Sexo de fazer as pazes. 4 horas de uso. O modelo pode variar da foto no pacote. Adicione um pouco do seu DNA (cabelo, sangue, saliva) pra que o modelo faça o imprinting e saiba tudo sobre você (nome, gostos, preferências sexuais ) durante o tempo de uso, deixando a ação do produto mais natural. Bom proveito!

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s